martes, 20 de enero de 2009

OTOÑO - INVIERNO

BENIMÀMET

El "ABUELO",




asiste, impertérrito, al paso de solsticios y equinoccios.




Pasan los años y ahí lo tenemos...




É um eucalipto centenário que resistiu aos ciclones que arrasaram a zona, que se pôde proteger até hoje, assim como os "filhotes", que quase o igualam. É o primeiro que vejo cada manhã quando o olhar se espreguiça no horizonte...

17 comentarios:

Juani lopes dijo...

abuelito estas bien?
saluditos
que se que en el fondo te gusta,
jajaja

Duarte dijo...

Claro que si, amiga mía, pues es un orgullo poder llegar a esta etapa de la vida y con salud.
Estás de un simpático subido que es de espanto, lo que mucho me alegra. Que sigas tan bien: yo lo estoy.
Besos

mundo azul dijo...

______________________________

É engraçado... Da janela do meu quarto, por muitos anos me encantava com a vista de alguns eucaliptos...Maravilhosos na hora do por do sol!

Infelizmente foram cortados...Mas, ainda ficaram as araucárias!

Tomara que seu eucalipto nunca seja cortado...

Beijos de luz e carinho!

________________________________

Duarte dijo...

Mundo azul,
isso fui o que ocorreu comigo durante a minha infância, via como se dobravam por cima do telhado da casa dos meus avós. Hoje posso-os admirar desde o formoso terraço da minha casa, quase enfrente de donde emerge esta árvore centenária.
Estão a construir uma linha para o metro e, pelo menos de momento, está a ser respeitado.
Um grande abraço pleno de afecto

mundo azul dijo...

________________________________

Passando para deixar um beijo!

___________________________________

Duarte dijo...

Mundo azul,
o que muito agradeço e que retribuo, ademais com um forte abraço.

roxana dijo...

un gusto haberte visto por mi blog, asi conozco el tuyo, bella ciudad un beso y seguimos en contacto.

Duarte dijo...

Roxana,
aparece siempre que quieras.

Besos

Alatriste dijo...

Me pierdo un poco entre los blogs de Juani y los tuyos, porque no sé cual pertenece a uno o a otro. Je, je, je. Así que sí que recibí y colgué hace poco el Premio Palabras como rosas. No sé si te referías a ése. Sea como sea, ya aproveché para ver tus fotos. Adoro la fotografía. Un abrazo, amigo y no veas como disfruta mi madre con tu CD. Je, je, je. Gracias por todo. Hasta pronto.

JESUS y ENCARNA dijo...

Buenas noches Duarte, como siemprenos deleitas con alguno de esos ricones entrañables.
El Eucalipto merecia esa refenrencia.
Abrazos.
Jesus

Duarte dijo...

Jesús,
es un inmenso placer verte por aquí.
Ese fue mi punto de vista cuan do tuve conocimiento de sus hazañas.
Un fuerte abrazo

Claudinha ੴ dijo...

Lindas imagens as de suas janelas. É bom para a alma, para o ser...
Abraços!

mundo azul dijo...

_______________________________

...onde estão suas belas fotos?
Sempre passo para ver se tem alguma nova...


Beijos no coração!!!

__________________________________

Duarte dijo...

Claudinha,
é o que vejo desde o meu terraço, tenho toda Valência aos meus pés.
Beijinhos

Duarte dijo...

Querida amiga, como tu insistes em passar por amigos de Benimàmet pouco vais poder ver. A explicação é a seguinte, e creio que já te dei, há tempo, esta explicação. É um blog para assuntos de tipo local, da zona da cidade donde vivo que é Valência, e o bairro Benimàmet, de origem árabe.
Se passas por amigos de Portugal verás que a frequência de publicações é mais assídua.
Tenho dois blog (amigos de Portugal e amigos de Benimàmet) e colaboro em dos (amigos de Valencia com Pepa e em mis palavras e sentimientos com Juani).
Tenho imenso gosto em que desfrutes com as tuas visitas e o que exponho é simplesmente para que possas aceder com um maior campo de acção e ficar mais satisfeita.
Recebe um forte abraço e toda a minha estimação

Afranio do Amaral dijo...

Sou Afranio do Amaral, e morro e renasço para seguir fugindo de mim.
Cumprimentos.

Duarte dijo...

Afranio,

INCOGNITA


Não sei o que sou
Nem o que posso chegar a ser
Só sei que aqui estou
Melancólico e triste
Olhando para o que não existe
Pensando no que não pode ser



Primavera de 1966